um blog que discute o Rio e o Brasil


Seja bem vindo! Deixe um Comentário.


quarta-feira, 1 de outubro de 2014

VOTO EM DILMA



Porque é de longe a melhor candidata, aquela que apresenta propostas e não foge do debate e dos desafios. Não dá nem para considerar Marina e Aécio, porque além de fazerem suas as idéias dos neoliberais, não conseguem por isso mesmo apresentar propostas. Qualquer proposta. O mínimo que apresentam é arremedo do que fizeram Lula e Dilma nesse país.

Temos muito ainda que fazer, em especial melhorar nossas cidades, avançar principalmente na possibilidade de acesso a terra. Mas encurtar as viagens dos trabalhadores com os diversas modalidades de transporte como os BRTs que fazem parte dos investimentos em mobilidade urbana nas grandes cidades. No Rio de Janeiro os moradores da Zona Oeste chegavam a demorar 1h e meia quase 2 horas para chegarem ao trabalho. Agora com a TransOeste demoram 40 minutos. O programa Minha Casa Minha Vida pode melhorar, mas já chegou para fazer toda a diferença.

Na campanha de legalização do PT, lá pelo inicio da década de 1980, foram filiados muitos moradores do Complexo do Alemão que acreditaram na mensagem de um partido dos trabalhadores. Faz uns 2 anos estive ali, na Itaoca com Itararé e custei a reconhecer o que vi, com as obras de urbanização de favelas do PAC. Moradias e equipamentos de saúde e educação. E pensei que lá atrás, na campanha de filiação, tínhamos dito que iríamos voltar. E voltamos mesmo. 

Voto na Dilma porque ela vai implantar banda larga para todos e promover a regulamentação dos dois artigos da Constituição que tratam da democratização dos meios de comunicação.

Porque apoia e vai receber as assinaturas e o resultado do plebiscito por uma Constituinte Exclusiva para fazer a  Reforma Política e ver as formas de encaminhar isso.

Voto na Dilma porque ela e Lula fizeram do Pré Sal uma riqueza para ser dividida com todos os brasileiros com investimentos prioritários na Saúde e na Educação.

Voto na Dilma, porque ela e Lula tiraram o Brasil do Mapa da Fome.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário